Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

do avesso

Minha grande vaca.

Por tua causa tive tempos roubados. Tempos de um valor inimaginável, superior a todo o recheio de todas as Tiffanys de todo o mundo, a multiplicar por daqui até ao sol e voltar.

Por tua causa aconteceram coisas ridículas que me dão vómitos, que me fazem querer repelir-te como se de uma doença horrível se tratasse. Mas tudo isso passa.

Ó ser abjecto. Passa.

(O problema é que estás a torná-lo a ele num vaco... e isso...)

Que essa ilusão se desfaça num grande, grande pontapé no teu (ausente) rabo. E/ou nos decotes falsos.

 

de J às 11:27
| Diz-me

|mim

|procuras...?

 

|Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

|o que me anda na cabeça

| mudança

| faz-me espécie...

| mais docinha

| Não é mau humor. É sem má...

| fadinho

| closet

| Não é. Foi.

| querido Pierce,

| irremediavelmente cativad...

| abananço

|últimos pensamentos

| Fevereiro 2010

| Janeiro 2010

| Dezembro 2009

| Novembro 2009

| Outubro 2009

| Setembro 2009

| Agosto 2009

| Julho 2009

| Junho 2009

| Maio 2009

| Abril 2009

| Março 2009

| Fevereiro 2009

| Janeiro 2009

| Dezembro 2008

| Novembro 2008

| Outubro 2008

| Setembro 2008

| Julho 2008

| Maio 2008

| Abril 2008

| Março 2008

| Fevereiro 2008

| Janeiro 2008

| Dezembro 2007

| Novembro 2007

| Outubro 2007

| Setembro 2007

| Agosto 2007

| Julho 2007

| Junho 2007

| Maio 2007

| Abril 2007

| Março 2007

blogs SAPO

|subscrever feeds