Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

necessidades técnicas e orçamentais

Estou a precisar de dizer qualquer coisa. Nunca vi um blog como uma coisa que obrigatoriamente tivesse que dizer isto ou aquilo. Não tem páginas. Não gasta caneta. Por isso as páginas nunca acabarão e a tinta da caneta é eterna. Assim como a luz. Já não é preciso escrever debaixo dos cobertores com medo que a mãe descubra o diário. Este pode ser visto por quem quiser, mas ninguém sabe que sou eu, só algumas que vão até aos dedos da mão. Mas essas conhecem-me de fio a pavio, não as surpreendo com nada doq ue aqui se passa, apenas informo. E isso é de uma tranquilidade desmedida.

Estou a precisar de dizer que tudo à minha volta insiste em mexer-se sem a minha autorização. Pegam em mim, atam-me um lenço nos olhos e fazem-me rodar, rodar, rodar até cair ou até ir contra uma parede. Já é o terceiro dia consecutivo que me dizem que estou pálida e várias pessoas. Preocupa-me. Mas tu não me disseste nada. Reparaste em alguma coisa? Diz-me se reparares, não me sinto bem assim. Sinto-me um pouco fantasma, é verdade. Mas apenas porque passam sobre mim, decidem sobre mim, põem e dispõem e eu tenho que me limitar a pairar sobre os assuntos que eles não querem resolver. Será que é assim em todo o lado? Será que vai ser sempre assim? Será que é por ser só comigo? Será que acontece com toda a gente?

Tenho medo. Um medo pequenino, fininho, de não ser capaz. Parece que tenho as mãos atadas e o coração pesa-me tanto no peito que é como se tivesse engolido chumbo. O ar custa a respirar (apesar de já não se fumar aqui. Finalmente! E não, não tenho peninha dos fumadores. Não os mandei começar a fumar. Aguentem-se à bronca como eu me aguentava com o vosso fumo).

Mudar?

Mudar para onde, quando, como, porquê, para quê, para quem, a fazer o quê? Será um salto maior do que as pernas? Mas este aqui também não é? É virar as costas aos desafios? Ou proteger-me? Andarei sempre a evitar os desafios? Mas e se fico sem eles, sem nada, de repente? Aqui não será mais certo?

Compreendo agora porque estou pálida.

Sapatos do dia | sabrinas em tweed azul escuro, branco e vermelho. Bonitas e andáveis quase todos os dias.

de J às 10:25
| Diz-me
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

3

:)
de J às 16:02
| Diz-me
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

ao menos há sempre gelatina

Uma taça inteirinha de arroz doce para o lixo. E com ela, a minha alma pelo desperdício. Mas a vida tem destas coisas. Pisquei-lhe o olho e ela responde-me a altura. Para que eu nunca me esqueça que apenas posso estar num dos lados da balança, nunca nos dois.

Fi-lo para ti. Mas ainda não foi desta.

Desculpinha. Mas segui uma receita que me mandava cozer (qual cozer??) o arroz directamente no leite. Fiquei a saber que não, que se deve seguir as receitas que mandam cozer primeiro em água e só depois em leite.

Aprendemos mesmo com os erros, não?

Hmm. Espero não me arrepender do passo dado. 1, 2, 3, salta. Caro, mas espero que valha a pena.

Sinto-me sem vontade para nada. Uma preguiça longa, lenta e dormente entorpece-me o corpo. Amanhã é o último dia de férias. Vou ter saudades disto.

Sapatos do dia | até tinha uns novos. Mas não os trouxe desta viagem.

de J às 22:40
| Diz-me

|mim

|procuras...?

 

|Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

|o que me anda na cabeça

| mudança

| faz-me espécie...

| mais docinha

| Não é mau humor. É sem má...

| fadinho

| closet

| Não é. Foi.

| querido Pierce,

| irremediavelmente cativad...

| abananço

|últimos pensamentos

| Fevereiro 2010

| Janeiro 2010

| Dezembro 2009

| Novembro 2009

| Outubro 2009

| Setembro 2009

| Agosto 2009

| Julho 2009

| Junho 2009

| Maio 2009

| Abril 2009

| Março 2009

| Fevereiro 2009

| Janeiro 2009

| Dezembro 2008

| Novembro 2008

| Outubro 2008

| Setembro 2008

| Julho 2008

| Maio 2008

| Abril 2008

| Março 2008

| Fevereiro 2008

| Janeiro 2008

| Dezembro 2007

| Novembro 2007

| Outubro 2007

| Setembro 2007

| Agosto 2007

| Julho 2007

| Junho 2007

| Maio 2007

| Abril 2007

| Março 2007

blogs SAPO

|subscrever feeds