Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

sabes?

Adoro quando me fazes torradinhas, à noite... :)
de J às 23:40
| Diz-me
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

circle of life

Ontem reparei que a minha mãe está a começar a ter umas rugas pequeninas na cara, junto dos olhos. Pequenas, muito pequeninas, uns rabiscos que uma qualquer borracha não apagou tão bem e que agora se notam em alguns ângulos. A minha mãe. Conheço a minha mãe desde que nasci e nunca pensei sequer que o tempo pudesse passar por ela. É a minha mãe e é sempre bonita, é sempre uma das minhas tábuas de salvação. Se todo o mundo me fugir, sei que lhe posso ligar e dizer "anda-me buscar" que ela vem, se sentir que estou na maior aflição do mundo.

Senti um choque ao ver aqueles princípios de rugas. Ela pode envelhecer e o meu papá também. Os meus pais não são eternos. E estupidamente só agora me dei conta disso mesmo. Sempre os achei num vácuo temporal. Um vácuo onde todos os pais devem estar, na visão de quase todos os filhos.

Sapatos do dia | bem... só tenho vontade de calçar as minhas pantufinhas...

de J às 10:29
| Diz-me
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

tudo por umas camisolas...

Imaginem que eu tinha chegado agora ao mundo. Não bebé, já assim grandinha. Podia ter vindo de um outro planeta, ou do fundo dos mares, de uma estrela, do final do arco-íris, onde a vossa imaginação vos levar. Imaginem que me queria vestir. Ia às lojas tradicionais e baratuchas para comprar roupa. Está frio. E eu morria de frio. Casacos? Camisolas? Mentira. Vamos continuar de t-shirts até morrer. No máximo dos máximos, deixam-me usar meias de lâ até ao joelho... Enfim. Eu juro que queria comprar camisolas. Mas ou são de grávida (e eu, posso dizer que não estou...), do mais largo que se imagine (deve ter tudo a mania que é pote...) ou não existem.

Sapatos do dia | dentro de alguns minutos, umas novas sabrinas...

de J às 13:01
| Diz-me
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

a coisa mais estranha

Hoje ao almoço aconteceu-me a coisa mais estranha de toda a vida. Fui a um chinês e comi, entre muitas coisas, massa. Estava a contar ao Pofinho uma coisinha mais engraçada e engasguei-me. Mas engasguei-me ao ponto de não conseguir respirar durante uns segundos. Tossi, tossi, tossi e passou. Depois de pagar, senti necessidade de me assoar.

E ao assoar-me, assoei.... massa!.....

Juro. Bocadinhos de massa pelo nariz! Claro que tive que me conter. A minha vontade era mostrar o lenço de papel a todas as pessoas e dizer "você não consegue fazer isto, ahah".

Devo mesmo ser uma pessoa esquisita.

de J às 14:19
| Diz-me
Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

desabafo

 

Sapatos do dia | sem dúvida que gostava de estrear uns sapatos novos amanhã. Quem sabe se ainda os arranjo...

de J às 10:20
| Diz-me
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

como um dirigível no ar...

Ontem fizeste-me uma grande surpresa. Há alturas em que o soninho que tinha não me deixa recordar com exactidão as tuas palavras, tenho que confessar, mas lembro-me do mais importante. Foi como se me tivesses dado uma flor. Acho que nem sabes como me senti. As palavras foram um bónus, já estava realmente feliz pela tua visita inesperada. Foi um miminho quando precisava mesmo, mesmo dele.

Foi como te disse na mensagem.

Sapatos do dia | estou com uma vontade enorme de comprar mais sabrinas!!! Deve ser do bem que me sinto :)

de J às 14:49
| Diz-me
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

azul

Falo muito. Não sei bem porquê, mas gosto de falar. Ou é por ter uma cabeça demasiado pequena para a quantidade de pensamentos que tenho, ou é por as minhas palavras serem demasiado irrequietas e não gostarem de ficar às voltas, às voltas na boca, no coração, na barriga, na cabeça. As palavras têm disto. Andam de um lado para o outro, para fora, para dentro e eu já descobri que na maioria das vezes só me apercebo do verdadeiro sentido delas quando as digo. É como se fumasse textos inteiros sem sentido e depois, lentamente, fosse expelindo palavras envoltas em névoa. Fico a olhar para elas no ar e compreendo o que realmente me significam.

O mundo é muito barulhento. Falam, falam, falam e eu sou uma delas. Mas será que as pessoas realmente se ouvem umas às outras? Se ouvissem, o mundo seria melhor, como toda a gente diz. Acho que em vez de reciclarmos plástico e de aderirmos à moda do "vamos salvar o planeta" (é claro que é importante, mas não deixa de ser uma moda), deviamos reciclar as palavras.

Tenho que começar por mim. Tal como separo o lixo pelas cores, as minhas palavras também devem ter cores e ser usadas quando há harmonia no resto da paleta para elas serem usadas. É assim que deve ser. Tenho que deixar-te ir no meio dessas cores para que te destaques do fundo pelo teu brilho.

Sapatos do dia | as minhas botas novas, pois claro. Pretas, de cano alto, como eu gosto (finalmente!). Mas o Inverno está teimosinho e elas são ainda demasiado quentes.

de J às 11:01
| Diz-me
Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

queres jantar comigo?

RECEITA DE RATATOUILLE

Ingredientes

2 beringelas

quanto baste de sal

quanto baste de pimenta-do-reino branca

6 colheres (sopa) de azeite

2 cebola em rodelas

2 pimentos: vermelho e verde 

3 unidade de abóbora em cubos médios

2 dentes de alho amassados

200 gr de tomate sem casca e sem sementes

2 colheres (sopa) de manjericão

2 colheres (sopa) de salsinha

 

Modo de preparação

Corte as berinjelas em fatias grossas e salgue, deixando por uma hora num escorredor, com um peso em cima. Esquente o leite numa frigideira. Junte a cebola e o pimentão (verde e vermelho), as abobrinhas, o alho e misture bem. Lave a berinjela em água, seque e leve ao fogo com os outros ingredientes. Tampe a panela e cozinhe em fogo brando por cerca de uma hora, até que os legumes estejam macios. Junte os tomates 15 minutos antes do término do cozimento. Tempere bem com sal e junte as ervas picadas. Sirva quente ou fria, como entrada. Se for servir como prato principal, acrescente carne de frango cozida e sirva quente. 

 

 

Hmmm... Pofinho...? Não ficaste desiludido? Eu também... Pensava que era uma coisa mais gourmet, daquelas que só se servem no meio do prato. Mas não te preocupes. Terás o teu ratatoille no meio do prato, com uns fiozinhos de azeite a desenhar riscos. À luz das velas.

Beijo*

 

Sapatos do dia | fui ontem ao freeport. Muitas sapatarias mas nada de jeito.

de J às 11:09
| Diz-me
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

poema sem sentido

Estou tiiiiiiste

porque tu estás aí e não estás aqui

Estou tiiiiiiste

porque tu tens o (...)tinho amachucadinho

Estou tiiiiiste

porque estou a comer uma banana

e tu estas aí de biguinho ao léu e ó! ó! ó! ó ai ó lindo!

E as tuas costinhas também estão tiiiiiistes

porque tu te arranhaste no biquinho da janela

e isso é feeeeio

porque a janela não era de casa mas era do tecnico que é

feeeeeio, e TIIIIIISTE e quero q saias já daí e venhas para aqui.

 

Quem está aqui?

Tanta gente, que está tiiiiiiste.

A Maria está tiiiiiiste.

A Viviane está tiiiiiiiste. E nós as três somos uma multidão

para te aplaudir e levar ao colo pela cidade

E isso o que é que te torna?

Torna-te tiiiiiiste...

A Maria ta aqui amuada, debaixo da manta cor de rosa.

Diz que tem frio e tu não estás aqui.

E isso o que é?

É tiiiiiiste!

Nem um geladinho. Nem uma pipoquinha. Nem um (...)tinho para brincar.

Oh pah, oh pah, oh pah

quero-te abraçar.

 

 

PS: é tiiiiiste de tão vunito ;)

de J às 17:59
| Diz-me

|mim

|procuras...?

 

|Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

|o que me anda na cabeça

| mudança

| faz-me espécie...

| mais docinha

| Não é mau humor. É sem má...

| fadinho

| closet

| Não é. Foi.

| querido Pierce,

| irremediavelmente cativad...

| abananço

|últimos pensamentos

| Fevereiro 2010

| Janeiro 2010

| Dezembro 2009

| Novembro 2009

| Outubro 2009

| Setembro 2009

| Agosto 2009

| Julho 2009

| Junho 2009

| Maio 2009

| Abril 2009

| Março 2009

| Fevereiro 2009

| Janeiro 2009

| Dezembro 2008

| Novembro 2008

| Outubro 2008

| Setembro 2008

| Julho 2008

| Maio 2008

| Abril 2008

| Março 2008

| Fevereiro 2008

| Janeiro 2008

| Dezembro 2007

| Novembro 2007

| Outubro 2007

| Setembro 2007

| Agosto 2007

| Julho 2007

| Junho 2007

| Maio 2007

| Abril 2007

| Março 2007

blogs SAPO

|subscrever feeds