Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

ode ao pézinho

Ó pezinho que estás tão inchado

com os legumes em cima do tornozelo

a Super-Pofa vai-lhe meter também um biscoitinho em cima

a ver se te pode dar um abracinho e ir lá comê-lo

 

Ó Pofinho que estás tão amuado

tão pofo que pareces uma foca

ficas no sofá a fazer naninhas

tantas que levas de mim uma beijoca

Ass: Super-Pofa

Sapatos do dia | sandálias brancas com cunha e sabrinas abertas e coloridas, rosa, amarelo e laranja, acabadinhas de comprar.

de J às 15:17
| Diz-me
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

ah e tal

Promoções!

Viva o meu lado fútil, aquele que mesmo cheia de sono ainda me faz pintar as unhas e ficar feita parva com as mãos e os pés esticadinhos no sofá à noite...

Sapatos do dia | ena, metade do preço. Mas... onde está o meu número? hm? hm?

de J às 14:52
| Diz-me
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

de bata amarela

Tenho saudades do tempo em que não me preocupava com nada. Tinha férias a torto e a direito, desenhos para fazer, plasticina para moldar, picotados mais ou menos aldrabados... Não gostava nada da bata amarela aos quadradinhos que a minha mãe me obrigava a vestir todos os dias. Eu queria combinar a roupa por baixo, mas como não se via, ela não me dava tempo para esses efeites. O pior era aquela coisa que eu nem sei definir... Meio gola, meio babete, onde tinha o meu nome bordado... Sentia-me um pão-de-ló gorduchinho e aos caracóis. Todos os dias fazia questão de usar bem a minha bata, na terra, na lama, na tinta e na areia, de forma a chegar a casa e aquela ter que ir para lavar. Incrível. Por mais que eu me sujasse, a minha mãe tinha sempre mais uma de reserva num sítio escondido para me vestir. Mesmo assim, apesar da bata, adorava chegar à minha sala. Todos os anos tinha um nome diferente: sala dos esquilos, sala dos golfinhos, sala das joaninhas, sala dos gatinhos. Era uma animação. Brincava o dia todo e a minha grande preocupação era encher a minha pasta com desenhos. Antes de saber escrever, ensinaram-me um símbolo, com o qual eu assinava todos os meus rabiscos, muito orgulhosa. Havia as canções ("era uma velha, que morava numa ilhaaaa e tinha um gato, com os olhos cor de....de....er....biiiiii...lha"), as pinturas no jardim, com os pés e as mãos e o ar mais feliz do mundo. Havia o lago com patos (mas que nós só podíamos ver ao longe porque podíamos cair lá dentro), as festas no final do ano, com muitas canções e danças e os relógios! O relógio da cantina era um boneco de neve. A boca girava, para ficar sorridente se nós comessemos tudo, ou triste se nós fizessemos fitas. De minha parte, só tinha motivos para sorrir... Ah! Lembrei-me que era a única que comia com faca. Todos os dias ia à cozinha pedir uma faca porque tinha autorização para isso, já sabia comer direitinho. O outro relógio era na sala de aula. Era gigante, embora desconfio que hoje me deva dar pelo umbigo. Dizia a hora das nossas tarefas: pintar, cantar, jogar, histórias, dormir, lanchar, etc.

Bons tempos de criancice, em que chegava a casa com as bochechas coradas, os caracóis cheios de tinta e bigodes de leite com chocolate a correr para a minha mãe "ó mãe, ó mãe, hoje encontrei um coelho!"

Sapatos do dia | sandálias da FLY, turquesa, de salto alto, com tiras com um botãozinho na ponta. Muito, muito giras, mas ainda não estão em saldos...

de J às 15:59
| Diz-me
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

bebedeiras de papel

Já tinha saudades de conversas de papel. Especialmente porque tenho a sensação que nos dão um conhecimento muito para além do imediato. É como se as linhas da palma da mão saltassem cá para fora!

Vunito. E para a vida.

Sapatos do dia | Crocs, pois com certeza.  

de J às 19:17
| Diz-me
Terça-feira, 19 de Junho de 2007

os umbigos

Os fumadores fazem-me confusão. "Ai, tenho que ir fumar um cigarro! Ai, tenho mesmo mesmo que ir fumar um cigarro já me estou a passar!". Mas mais do que isso, incomoda-me profundamente a falta de respeito e o egoismo. Passo a exemplificar: trabalho num gabinete sem janelas juntamente com mais 6 pessoas. Apenas duas não são fumadoras. As restantes, metade consegui que não fumassem dentro do gabinete (vamos lá tentar perceber porquê???). A outra metade, por mais que tenha dito, redito, queixado do fumo, queixado do que isso incomoda e de quanto faz mal à saúde (não apenas a minha), nada. Tornam-se, assim como dizer... moucas. Convenientemente surdas e parvinhas.

Revolta-me profundamente respirar a porcaria dos outros. Com a minha opção de não fumar, não prejudico ninguém. Com a opção de fumar, prejudica-se gravemente a saúde dos outros. Será preciso levar um atestado de qualquer coisa para que entendam que sim, que me incomoda profundamente?

Ai os nervos? Ai os nervos pela falta do cigarrinho? Simples. Não digo para não fumarem. Mas para sairem, sei lá, de um gabinete sem janelas e irem para o corredor.

Chiça penico para este egoísmo dos fumadores.

Sapatos do dia | umas sandálias da Camper. Rosas. Com o ar mais confortável do mundo.

de J às 15:23
| Diz-me
Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

i like to move it, move it

Há limite para a boa e para a má disposição das pessoas? Como é que existem pessoas que conseguem estar com mau feitio todos os dias, a todas as horas do dia? Nem deve fazer bem ao sangue, isto de andar sempre a bufar, sempre de má cára, faz rugas e tudo. Por isso, sou apologista que todas as manhãs antes de iniciar o trabalho, os chefes deveriam proporcionar às suas equipas um momento de parvalheira geral. Se todos nos soubessemos rir de nós próprios, muito menos pessoas andariam de mau humor. Em especial o chefe...

Sapatos do dia | enfim. Sapatos que não estejam com mau feitio...

 

de J às 17:39
| Diz-me

água termal

Não há nada mais maravilhoso do que passar um fim de semana com amigas. Com "as" amigas. E se esse fim de semana for num spa? Melhora imenso. E se disser que a casa onde fiquei tinha 2 gatinhos bebés? Então é que duvido que exista melhor fim de semana do que este. Massagem aqui, água termal ali, isto é que é vida. E as noitadas a comer gominhas são a cereja em cima do bolo. Tenho a pele e a alma cheias de ar puro, mesmo macias.

Sapatos do dia | juro que quero usar sandálias. Mas o tempo não me dá mesmo tréguas. Assim, como assim, Socas da Massimo Dutti, de veludo, lindas, lindas e lindas.

de J às 12:56
| Diz-me
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

13

13

treuze.

treze.

treuze.

t-r-e-z-e.

t-r-e-u-z-e.

T-R-E-Z-E. Não, não existe mesmo nenhum "U". Desculpem estar a estragar-vos a ideia que vocês é que falam o portugues "perfeito"....

 

Teimosos.

Sapatos do dia | botas de chuva. Já estavam tão arrumadinhas. Mas vou é fazer de conta que são botas Prada.

de J às 10:37
| Diz-me | O que disseste (1)
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

sorrisinho perfeitamente parvo

É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
É peroba no campo, é o nó da madeira
Caingá candeia, é o matita-pereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
É o mistério profundo, é o queira ou não queira
É o vento ventando, é o fim da ladeira
É a viga, é o vão, festa da cumeeira
É a chuva chovendo, é conversa ribeira
Das águas de março, é o fim da canseira

(...)

T. Jobim

 

 

É tão bom quando estamos com um sorriso parvo na cara. Ando com esta música na cabeça e só tenho vontade de me mexer, devagarinho, aos SS, como tu sabes que eu gosto de fazer. Tenho muito soninho e aviso que a Maria e a Viviane estão mesmo, mesmo a chegar. Recebi um telegrama muito pofo que dizia assim: "Tou um bocadinho perdida e a Viviane ta a ver na bola de cristal o caminho mais rápido. Deitamos fora o GPS porque não era nada pofo".

Sapatos do dia | se eu comprasse aquelas sandálias pirosas por 5€ e lhes cortasse uma ou duas tiras, não ficavam subitamente tão fashion?...

de J às 10:30
| Diz-me

|mim

|procuras...?

 

|Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

|o que me anda na cabeça

| mudança

| faz-me espécie...

| mais docinha

| Não é mau humor. É sem má...

| fadinho

| closet

| Não é. Foi.

| querido Pierce,

| irremediavelmente cativad...

| abananço

|últimos pensamentos

| Fevereiro 2010

| Janeiro 2010

| Dezembro 2009

| Novembro 2009

| Outubro 2009

| Setembro 2009

| Agosto 2009

| Julho 2009

| Junho 2009

| Maio 2009

| Abril 2009

| Março 2009

| Fevereiro 2009

| Janeiro 2009

| Dezembro 2008

| Novembro 2008

| Outubro 2008

| Setembro 2008

| Julho 2008

| Maio 2008

| Abril 2008

| Março 2008

| Fevereiro 2008

| Janeiro 2008

| Dezembro 2007

| Novembro 2007

| Outubro 2007

| Setembro 2007

| Agosto 2007

| Julho 2007

| Junho 2007

| Maio 2007

| Abril 2007

| Março 2007

blogs SAPO

|subscrever feeds